Central de atendimento 24h:
4020 2518

Providências legais em caso de falecimento sem documentação preparatória no Brasil

Quando uma pessoa falece sem deixar documentação específica sobre seus desejos pós-morte, como a vontade de ser cremado ou enterrado, a família precisa tomar algumas providências legais. Este artigo busca esclarecer os passos que devem ser seguidos no Brasil nestas circunstâncias, de acordo com a legislação vigente.

Entendendo a Ausência de Documentos

Na falta de documentos expressando os desejos do falecido, a responsabilidade recai sobre a família ou os responsáveis legais para tomar decisões e providenciar os procedimentos necessários.

Certidão de Óbito

Emissão: O primeiro passo é obter a certidão de óbito, que é emitida por um médico e deve ser registrada em um cartório de registros civis.

6

Importância: Este documento é essencial para todos os procedimentos legais e administrativos subsequentes.

Decisão Familiar

Consenso Familiar: Na ausência de uma declaração de vontade do falecido, a família deve chegar a um consenso sobre o tipo de funeral e sepultamento.

Considerações: É importante considerar as crenças, valores e possível vontade do falecido, mesmo que não formalmente expressa.

Procedimentos Legais e Administrativos

Autorização para Sepultamento ou Cremação

Órgãos Competentes: Dependendo da causa da morte, pode ser necessário obter liberação do Serviço de Verificação de Óbito (SVO) ou do Instituto Médico Legal (IML).

Documentação Necessária: Para a cremação, por exemplo, é necessário um documento assinado por dois médicos ou uma autorização judicial, especialmente se a cremação não foi expressamente desejada pelo falecido.

Resoluções de Questões Patrimoniais

Inventário e Partilha: Em caso de bens deixados pelo falecido, é necessário realizar um inventário e partilha, que pode ser feito judicialmente ou extrajudicialmente, dependendo da existência de testamento e do consenso entre os herdeiros.

Assistência Funeral

Escolha de Funerária: A família deve escolher uma funerária para organizar os procedimentos do funeral, seja sepultamento ou cremação.

Serviços Funerários: Os serviços podem incluir preparação do corpo, cerimônia fúnebre, sepultamento ou cremação, entre outros.

Exclusividade Amar Assist Benefícios Sociais.

Considerações Éticas e Emocionais

Respeito à Memória

Homenagem Adequada: Mesmo na ausência de instruções específicas, é importante realizar uma cerimônia que homenageie devidamente a memória do falecido.

Apoio Mútuo: É um momento para a família se unir e se apoiar mutuamente, respeitando as emoções e o luto de cada um.

Auxílio Legal

Consultoria Jurídica: Pode ser aconselhável buscar a orientação de um advogado especializado em direito de família e sucessões para lidar com quaisquer questões legais complexas.

Em resumo, na ausência de documentos específicos deixados pelo falecido, a família deve tomar decisões conjuntas, respeitando a memória do ente querido e seguindo os procedimentos legais e administrativos estabelecidos pela legislação brasileira. A abordagem deve ser feita com sensibilidade, considerando tanto os aspectos legais quanto os emocionais envolvidos neste processo.

Deixe um comentário

Proteja sua família das altos custos com funerais

Plano Funerário a partir de R$85 mensais

Ao clicar em “Quero mais informações”, você confirma que seus dados estão corretos e concorda com a Política de Privacidade.